Segunda, 14 de Outubro de 2019
Prefeitura realiza projeto piloto de identificação de aves
18/09/2019 as 06:51 | Fernandópolis | Da Redaçao
Ação começa nesta quinta, na matinha do Universitário com alunos da escola Antônio Maurício
O município de Fernandópolis encontra-se em zona de transição entre os biomas Mata Atlântica e Cerrado, o que confere aos ecossistemas municipais grande variedade de espécies da fauna e flora, e sendo assim, é fundamental o conhecimento, caracterização e proteção da biodiversidade do município.

O levantamento das espécies representantes da fauna é um importante indicativo do grau de antropização de determinada área, sendo utilizado também como ferramenta para verificar a existência de espécies ameaçadas de extinção nos fragmentos florestais, na área de influência de um empreendimento e realizar o reconhecimento da fauna do local.

Por meio de uma parceria, foi proposto aos alunos das Escolas Municipais de Fernandópolis que seja feita a identificação faunística da região, por meio de visitas em áreas verdes do município, para tentar identificar os animais mais presentes.

Inicialmente o projeto será realizado com os alunos do 5º ano da EMEF Antônio Maurício, nesta quinta-feira, dia 19, na matinha do Parque Universitário. As crianças serão orientadas pelo biólogo Prof. Msc Oscar Farina Júnior, que também faz parte do Conselho Municipal de Meio Ambiente. O projeto será desenvolvido em conjunto a uma cartilha de identificação das espécies mais encontradas no município. A cartilha contém fotos de 14 espécies e as principais características para facilitar a identificação pelas crianças, além de jogos educativos para deixar o aprendizado mais fácil e divertido.

As crianças também serão orientadas pela equipe da Secretaria de Meio Ambiente e farão o uso de binóculos que foram doados pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente para realizar a observação. “A ação proposta vai utilizar a ferramenta de educação ambiental como forma de alcançar os maiores disseminadores de informações, que são as crianças, instruindo para que elas saibam como cuidar e utilizar de forma sustentável os recursos que a fauna regional disponibiliza”, comentou o secretário de Meio Ambiente, Luiz Sérgio Vanzela.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com