Domingo, 22 de Setembro de 2019
Brasil perde dos EUA, cai no Mundial e jogará Pré-Olímpico
09/09/2019 as 14:10 | Brasil | Da Redaçao
A seleção brasileira masculina de basquete lutou o quanto pôde e encarou os Estados Unidos de igual para igual até a metade do terceiro período, mas não resistiu à força dos norte-americanos, que nesta segunda-feira venceram por 89 a 73, na cidade de Shenzhen, pela rodada final da segunda fase, em um resultado que eliminou o Brasil do Mundial da China e acabou com as chances de uma classificação direta aos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, no Japão.

Depois de vencer as três partidas pela primeira fase - contra Nova Zelândia, Grécia e Montenegro -, a seleção brasileira só precisava ganhar uma na segunda etapa do Mundial para avançar às quartas de final. A maior chance era no último sábado contra a República Tcheca, mas o time comandado pelo técnico croata Aleksandar Petrovic foi facilmente batido por 93 a 71. Nesta segunda-feira, os gregos ainda ajudaram ao derrotar os checos por 84 a 77, porém era necessário superar os Estados Unidos.

Com a derrota, o Brasil perde a chance também de ficar com uma das duas vagas diretas das Américas, através do Mundial, para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Classificados às quartas de final, Estados Unidos e Argentina já se garantiram. Aos brasileiros, que ficaram entre os 16 melhores na China, resta agora buscar a classificação em um dos Pré-Olímpicos mundiais, em junho do ano que vem. Serão 24 seleções, divididas em quatro grupos de seis - apenas o campeão de cada torneio garante vaga e fica entre os 12 que vão ao Japão.

"A gente lutou. Todos os jogos. Conseguimos passar em primeiro no grupo. Três vitórias. Uma em cima da Grécia que ninguém acreditava. A gente teve um jogo muito ruim contra a República Checa, que custou caro. A gente fez tudo, do início ao fim, mas não foi suficiente. A gente sabe que não é fácil ganhar deles (Estados Unidos). Eles não são o que são por acaso. A gente tem que levantar a cabeça aqui e saber que não fez vergonha, bateu de frente com todo mundo", disse o desolado Anderson Varejão, logo após a derrota.

Pelo Grupo K, o Brasil terminou a segunda fase na quarta e última colocação. Por conta do saldo de pontos, o time terminou o Mundial na 13.ª colocação. A partida desta segunda-feira pode ter sido a última de alguns jogadores experientes na competição. São os casos de Anderson Varejão, com 36 anos, Marcelinho Huertas, com a mesma idade, Leandrinho, com 37, e Alex, com 39. Antes, porém, todos devem se colocar à disposição para o ano que vem, no Pré-Olímpico.

Durante o jogo, a reclamação dos atletas contra a arbitragem foi grande. Ainda no segundo quarto, Aleksandar Petrovic levou duas faltas técnicas e foi excluído da partida, invadindo a quadra para reclamar. Leandrinho, no último quarto, já com o jogo definido, fez o mesmo para pedir duas faltas que não foram dadas

Em quadra, Anderson Varejão terminou com 14 pontos, sete rebotes e três assistências. Vitor Benite, em seu melhor jogo, anotou 21 pontos, sendo o cestinha da partida, e Leandrinho fez 14. Nos Estados Unidos, Kemba Walker marcou 16, mesmo número que Myles Turner, com oito rebotes. Harrison Barnes anotou outros 10 pontos.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com