Domingo, 22 de Setembro de 2019
Escolas militares pelo Estado serão propostas aos municípios
04/09/2019 as 13:30 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
A Frente Parlamentar pela Criação das Escolas Militares no Estado de São Paulo foi lançada na sexta-feira (31/8), em evento ocorrido na Alesp. O coordenador, que tem como objetivo estudar a melhor forma de implementar o modelo em São Paulo e apresenta-lo aos municípios paulistas, é o deputado Tenente Coimbra.

As escolas cívico-militares são instituições que contam com militares da reserva atuando na administração e no sistema de disciplina. Nesse modelo, a qualidade do ensino é comprovada em altas notas obtidas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Enquanto nas escolas tradicionais a média é de 4,94, nos colégios militares o índice chega a 6,99. Das vinte melhores escolas públicas do país, quatro são militares.

O Tenente Coimbra explicou que existem três modelos e um deles é o do Exército, em que 70% das vagas são destinadas aos filhos de militares e 30% abertas ao público - este modo já seria instalado a partir do ano que vem no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo (CPOR/SP) e a partir de 2021 no Campo de Marte em parceria com o município, Secretaria da Educação e Ministério da Educação, pois é uma das promessas do presidente Jair Bolsonaro.

No evento, o deputado recebeu um documento solicitando a instalação de uma escola militar de integrantes do Movimento Conservador de Taubaté, no Vale do Paraíba.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com