Segunda, 14 de Outubro de 2019
Deputados aprovam criação de política de proteção para autistas
22/08/2019 as 08:50 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
O autismo faz parte de um grupo de síndromes neuropsiquiátricas, formado por doenças que afetam o desenvolvimento cerebral. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 70 milhões de pessoas possuem Transtorno do Espectro Autista (TEA) - por volta de 1% da população.

De autoria do deputado Enio Tatto (PT), o Projeto de Lei 511/2017, aprovado em Plenário nesta quarta-feira (21/8), propõe a criação da Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com TEA no Estado de São Paulo, uma vez que o autismo apresenta vários graus de gravidade, desde quadros leves - a pessoa possui total independência e discretas dificuldades de adaptação - até quadros mais graves - em que a pessoa será sempre dependente para realizar atividades diárias. "O projeto prevê que o Estado tenha programas de assistência para as pessoas autistas. O Estado ainda não tem um programa que atenda nas escolas, nas cidades. É um problema que atinge milhões de pessoas em São Paulo e no Brasil. O projeto fará com que o Estado dê atenção para os autistas".

A deputada Edna Macedo (PRB) também se manifestou favorável ao projeto. "Acho importante porque as crianças com autismo são discriminadas, as pessoas acham que elas não são normais e isso não é verdade. Então tudo que se fizer de política pública e inclusão é válido e merece meu respeito e aprovação".

A proposta aprovada pelos parlamentares da Casa será agora encaminhada para apreciação do governador, que pode sancionar ou vetá-la.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com