Sexta, 23 de Agosto de 2019
Mãe acusa Santa Casa de Votuporanga por morte de adolescente
13/08/2019 as 08:17 | Votuporanga | A Cidade
O adolescente Carlos Henrique, de 16 anos, morreu no último domingo em Votuporanga, no entanto a causa da morte só deverá ser conhecida após 60 dias. A mãe do jovem afirma que houve erro médico.

De acordo com Daniele da Silva, mãe de Carlos Henrique, na quarta-feira (7), ela foi no Mini Hospital com seu filho, então eles ficaram esperando os resultados dos exames a noite inteira. “Até aí tudo bem, mas quando fomos transferidos para a Santa Casa, aí veio a surpresa, que depois de vários exames e de passar por vários médicos, o cardiologista da Santa Casa me fala que tenho que espera o dia da consulta no AME Votuporanga”, relatou.

Ainda conforme a mulher, o médico a informou que só no Ambulatório Médico de Especialidades tem esteira. Ela contou que o adolescente estava com falta de ar, com o corpo todo inchado e não estava se alimentando porque só foi passado remédio para o estômago. Na internet, antes naquela data, ela postou: “e agora o que eu faço, fico esperando meu filho ter um infarto? É o desespero de mais uma mãe que não sabe o que fazer”, contou.

Após a morte Daniele escreveu: “hoje Deus levou um pedaço de mim, devido a um erro médico perdi meu filho, devido ele ter recebido alta de um médico incompetente. Hoje o céu está em festa com um anjo. Filho, descansa em paz”.

Em conversa com A Cidade na tarde desta segunda-feira, Daniele explicou que nos últimos 18 dias passou por várias unidades de saúde até chegar à Santa Casa na última sexta-feira. Ela afirmou que houve negligência médica no hospital, não no último atendimento, mas sim quando o médico disse que era necessário esperar consulta no AME. Na visão dela, é uma irresponsabilidade uma pessoa “brincar de médico assim”, por isso, na opinião de Daniele, o profissional terá que responder pelos seus atos. A mãe garantiu ainda que se for necessário, irá à Justiça para investigar o caso.

Ao jornal A Cidade, a Santa Casa informou que “C.H.S.S., de 16 anos, deu entrada no Pronto Socorro na última sexta-feira (9), às 18h23, com dor precordial (dor no peito) e dispneia. Ele foi atendido na Emergência e, após, encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde no domingo (11) veio a falecer, por volta das 20h30”. Ainda conforme a unidade de saúde, “o corpo foi enviado para o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) de São José do Rio Preto, para que a causa da morte seja esclarecida. O hospital está analisando a assistência prestada”.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com