Terça, 17 de Setembro de 2019
Número de homicídios e roubos no Estado registra queda em maio
25/06/2019 as 12:57 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
O Estado de São Paulo reduziu o número de casos e de vítimas de homicídios e latrocínios em maio, de acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública divulgados nesta terça-feira (25). A quantidade de casos de homicídios dolosos caiu 10,9%, passando de 239 para 213 ocorrências na comparação com o mesmo mês em 2018.

No indicador de vítimas, o recuo foi de 10,5%, com 26 vidas poupadas. A quantidade, que passou de 248 para 222, é a menor da série histórica, iniciada em 2001. No mês também houve queda dos roubos em geral, de veículos, de carga e a banco e nos furtos de veículos.

Com as reduções, as taxas dos últimos 12 meses (de junho de 2018 a maio de 2019) caíram para 6,48 casos e 6,83 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes do Estado. Os índices são os menores do período.

O total de latrocínios caiu 21,1% em maio, passando de 19 para 15 casos. Já o indicador de vítimas recuou 25%, de 20 para 15. As somas de ambos os indicadores de roubos seguidos de morte são as menores da série.

As extorsões mediante sequestro permaneceram estáveis, com um boletim de ocorrência desta natureza em maio de 2018 e 2019. Os estupros tiveram alta de 4,1%, passando de 1.036 para 1.078.

Indicadores de roubos

Os roubos em geral diminuíram 11,5%. Foram 21.390 no quinto mês de 2019, ante 24.178 em maio do ano passado. Em números absolutos, foram 2.788 casos a menos. O total é o menor desde 2013 (21.209).

Os roubos de carga recuaram 14,2% em maio, passando de 662 para 568. Os roubos a banco reduziram de nove para um na comparação do quinto mês – diminuição de 88,9%. O total é o menor da série histórica.

Os casos de roubos de veículos apresentaram redução de 21%. A soma de boletins de ocorrência desta natureza caiu de 5.173 para 4.089. Com 1.084 casos a menos, o resultado é a menor quantidade da série.

Outros indicadores

Os furtos em geral subiram 11,6% chegando a 46.625 casos registrados no mês de maio. Já os furtos de veículos caíram 1,1%, passando de 8.140 para 8.052. É o menor total contabilizado desde o início da série histórica.

O trabalho realizado pelas três polícias estaduais (Militar, Civil e Científica) resultou em 17.641 prisões realizadas ao longo do quinto mês deste ano. A quantidade, que representa aumento de 9,85%, é recorde para período.

No mesmo período, 1.095 armas de fogos foram retiradas das ruas e 4.347 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com