Terça, 17 de Setembro de 2019
STF adiará julgamento de suspeição de Moro no caso Lula
24/06/2019 as 13:24 | Brasil | Da Redaçao
A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal deve adiar o julgamento do Habeas Corpus do ex-presidente Lula, que estava marcado para a próxima terça (25). No pedido, a defesa do petista acusa o atual ministro da Justiça, Sergio Moro, de “parcialidade” e de agir com “motivação política” ao condená-lo no caso do triplex. A informação é do jornal Folha de São Paulo.

A presidente da Segunda Turma, Cármen Lúcia, colocou o caso em último lugar em uma fila de 11 processos. O ministro Gilmar Mendes decidiu, então, indicar o adiamento da discussão. Segundo ele, não haveria tempo de debater o caso, uma vez que somente o seu voto tem mais de 40 páginas. O processo deve voltar à pauta no segundo semestre.

O relator da Operação Lava Jato no Supremo, ministro Edson Fachin, e a ministra Cármen Lúcia já votaram contra o pedido de liberdade de Lula. Faltam se posicionar os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski e o decano Celso de Mello – os dois primeiros compõem a ala da Corte mais crítica aos métodos da Lava Jato, além de serem os que menos concordam com o relator na Turma. Dessa forma, não será surpreendente se eles votarem contra Moro.

Gilmar foi um dos poucos na Corte a condenar a troca de mensagens atribuídas a Moro e a procuradores da Lava Jato publicadas pelo site The Intercept Brasil. As conversas, segundo o site, sugerem que o então juiz orientou investigações da operação. “Moro era o chefe da Lava Jato”, disse Gilmar à revista Época.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com