Terça, 16 de Julho de 2019
Bancária pulava janela para furtar vizinhas
19/06/2019 as 12:55 | Votuporanga | VotuporangaTudo
Uma moradora de General Salgado foi condenada por furto de objetos pessoais de colegas vizinhas de apartamento em Votuporanga.

A pena de 2 anos foi reduzida pra quatro meses e depois convertida em pagamento de cesta pra entidade assistencial.

De acordo com o processo, as duas vítimas eram de Jales e moravam em um predinho alugado para fazer faculdade e cursinho.

Começaram a notar a falta de objetos pessoais, como calçados, roupas, relógio, cosméticos e até de produtos de higiene pessoal.

Os pertences "sumiam" aos finais de semana, quando elas viajavam para Jales. Tudo ficava fechado, descobriram que a ladra passava pela sacada do apartamento e abria o pininho da janela do apartamento delas pra furtar.

Na época a condenada dividia o apartamento térreo com outra estudante, que foi testemunha no processo.

A ladra também fazia faculdade e trabalhava em um banco de Votuporanga. Em certa ocasião, uma das vítimas chegou a vê-la na facul vestindo uma blusa dela (da vítima).

Ao ser confrontada admitiu os furtos, alegando para as colegas ser doente. Porém, depois teria negado na polícia. Devolveu uma mala com os produtos furtados.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com