Terça, 16 de Julho de 2019
Mamãe Falei xinga colega e pode sofrer processo de cassação
13/06/2019 as 11:00 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
O Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo pode apurar a conduta do deputado Arthur Moledo do Val, conhecido como “Arthur Mamãe Falei”. O parlamentar do DEM passou longe do vossa excelência no tratamento aos colegas em plenário.

“Só queria esclarecer minha posição quanto ao PL, que aumenta salário de quem já ganha acima do teto, muito pelo contrário, eu acho que os deputados têm que usar esse microfone para expor a sua cara de pau de justamente votar sim pelo aumento de salário das pessoas que já ganham acima do teto. Eu quero deixar avisado inclusive que peço por favor pra que algum líder peça votação nominal, para que depois eu possa por a cara de todos os vagabundo na internet. Muito obrigado”, declarou Arthur durante a sessão.

Veterano na Alesp, o deputado Campos Machado reagiu imediatamente. “O senhor Arthur é cara de pau e mau caráter. Você não sabe o que é teto nem subteto. Você sabe o que estamos defendendo na PEC? É subteto! Não ofenda os deputados, sr. Arthur. Você não tem o direito de chamar os deputados de vagabundo porque quem é vagabundo aqui é você.”

O presidente da Assembleia, Cauê Macris, ofereceu ao parlamentar uma revisão da sua postura.

Arthur do Val apresentou em plenário o nome dos deputados que receberam doações eleitorais de fiscais ao ressaltar a contradição com a análise de projetos que beneficiam a categoria, como a concessão de verbas indenizatórias.

“Novamente, se as pessoas souberem interpretar o que eu disse, falei justamente que vou colocar a cara dos vagabundos na internet. Agora se a carapuça serve, não posso fazer nada”, continuou o deputado.

Arthur apontou registros no Tribunal Superior Eleitoral, e do portal da transparência paulista, que um quinto, de seis mil fiscais aposentados e da ativa, fez doação em dinheiro, contribuições legais, para políticos de 13 partidos, dentre os quais PSDB, PT e DEM.

No fim, o deputado se desculpou. “Quero aproveitar que a casa está cheia, o pessoal ficou nervoso comigo, vou reiterar o que falei, quero pedir desculpas aos deputados que se sentiram ofendidos. A minha intenção não é ofender nenhum de vocês, eu tenho um jeito literal de me expressar, talvez eu tenha falado algo que tenham interpretado errado”.

Mas o PT, do deputado Teonílio Barba, conversa com outros partidos para levar o caso ao Conselho de Ética.

Arthur Moledo do Val foi eleito deputado com 470 mil votos, o segundo mais votado em São Paulo, atrás de Janaina Paschoal, do PSL. “Mamãe Falei” ficou conhecido nas redes sociais pelas críticas a esquerda, PT, Lula, MTST e Guilherme Boulos.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com