Quarta, 26 de Junho de 2019
Médico é multado em R$ 1,1 milhão por acumular oito empregos
10/06/2019 as 13:00 | Região | SBT Interior
O médico José Usan Júnior foi multado pela Justiça por acumular oito empregos em quatro diferentes cidades da região de Araçatuba (SP).

De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, Usan Júnior era um empregado fantasma que cometeu improbidade administrativa. Ele terá de pagar R$ 1,1 milhão aos cofres públicos.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do portal UOL, o Ministério Público de Araçatuba desconfiou do acúmulo de funções de alguns médicos e pediu às prefeituras os cartões de ponto deles.

"Recebeu uma lista com 60 médicos com emprego fantasma. Ch​​amados à promotoria, eles voltaram à legalidade ao devolverem parte dos salários que recebiam e renunciarem a alguns vínculos empregatícios. Um desses médicos, no entanto, preferiu resolver na Justiça", diz a reportagem.

Com funções em unidades de saúde de Guararapes, Bilac, Birigui e Araçatuba, o MP calculou em R$ 404.255,90 o valor que médico recebeu indevidamente e precisaria devolver aos cofres públicos.

A defesa pediu que o cálculo fosse revisado e o novo valor foi ainda maior: R$ 589.320,71. Após o número, o Tribunal de Justiça de SP decidiu que Usan Júnior deveria pagar uma multa igual ao valor, totalizando, assim, R$ 1.178.641,72.

A reportagem do sbtinterior.com fez telefonemas na clínica do médico, mas ele não foi encontrado até o fechamento da reportagem.

O Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) informou ao UOL que​ o médico responde a um processo ético-profissional mantido em sigilo.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com