Quarta, 26 de Junho de 2019
Santos bate Atlético-MG em noite de protestos da torcida
10/06/2019 as 08:09 | Brasil | Da Redaçao
O Santos bateu o Atlético-MG por 3 x 1, na noite deste domingo (9), na Vila Belmiro, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Peixe foram marcados por Sasha, Jean Mota e Carlos Sánchez; Alerrandro diminuiu para o Galo.

O Santos amassou o Atlético-MG nos 45 minutos iniciais da partida na Vila Belmiro. Como gosta o técnico Jorge Sampaoi, o Peixe tomou conta do campo do Galo e ficou com a bola em boa parte do primeiro tempo. Até os 25 minutos do primeiro tempo, o time da Baixada tinha impressionantes 73% de posse de bola, contra 27% do adversário. Aos 36, eram quatro chances reais de gols, contra nenhuma dos mineiros.

Em meio a tanta pressão, o gol saiu aos 38 minutos, com Sasha. Depois de cobrança de falta de Jean Mota, o atacante, meio desajeitado, conseguiu cabecear para abrir o marcador. O VAR entrou em ação aos 44 minutos. Fábio Santos tocou com a mão na bola. O juizão pediu auxílio do árbitro de vídeo e apontou a marca da cal. Jean Mota, melhor homem em campo pelo lado do Peixe, aumento o marcador.

No intervalo para o segundo tempo, a torcida organizada do Santos entoou gritos da arquibancada: “Não é mole não, Brasileirão é mais que obrigação”. Antes do início da partida, a organizada fez um protesto do lado de fora da Vila Belmiro contra o presidente do Peixe, José Carlos Peres.

O Galo voltou mais eficiente e conseguiu criar nos primeiros 20 minutos mais do que em todo primeiro tempo. Ricardo Oliveira quase aplica a lei do ex, aos 13 minutos. O centroavante subiu mais que a zaga do Peixe e cabeceou firme. O goleiro Éverson estava bem posicionado e fez boa defesa.

O Santos quase conseguiu aumentar mais ainda o marcador, novamente com Jean Mota. O meia recebe de Jean Lucas, dominou tirando de Victor e finalizou. A bola bateu na trave. E como quem não faz, toma, o Atlético-MG diminuiu no minuto seguinte. Alerrandro, que tinha acabado de entrar no lugar de Ricardo Oliveira, deixou o dele, após pane geral da defesa do Peixe.

Os mineiros tiveram duas chances de empatar. A primeira com Cazares, aos 28. O equatoriano finalizou de fora da área, a bola bateu em Aguilar e enganou Éverson, mas a bola foi pra escanteio. Alerrandro quase empata, aos 30 minutos. O jovem atacante finalizou de fora, mas Éverson catou. O Santos fez um segundo tempo muito diferente do primeiro. A equipe relaxou com a vantagem e complicou um resultado que parecia tranquilo.

Até que Carlos Sánchez tirou um golaço da manga. O uruguaio cobrou uma falta no ângulo esquerdo de Victor e não deu chances para o goleirão do Galo. Sánchez quase marcou mais um. Felipe Jonatan cruzou da esquerda, a bola passou por Victor, e o uruguaio, sozinho, quase embaixo do gol, mandou para fora.

Ficha técnica Santos x Atlético-MG

Santos

Éverson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Aguilar e Jorge; Diego Pituca, Jean Lucas, Jean Mota (Felipe Jonatan) e Soteldo; Sasha (Uribe) e Marinho (Carlos Sánchez)

Técnico: Jorge Sampaoli

Cartões Amarelos: Lucas Veríssimo

Atlético-MG

Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; José Welison (Nathan), Elias, Cazares, Luan e Chará (Geuvânio); Ricardo Oliveira (Alerrandro)

Técnico: Rodrigo Santana

Cartões Amarelos: Fábio Santos e José Welison

Público total: 5.794

Renda: R$ 199.730,0
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com