Terça, 16 de Julho de 2019
CPI da Furp inicia organização dos trabalhos
01/05/2019 as 08:04 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
A Comissão Parlamentar de Inquérito da Fundação para o Remédio Popular (CPI da Furp) reuniu-se nesta terça-feira (30/4), no plenário José Bonifácio, para organizar a forma de condução dos trabalhos. Os deputados aprovaram uma série de requerimentos, para orientar as investigações.

Ao todo, foram aprovados cinco itens envolvendo questionamentos, o primeiro trata sobre estrutura, produção, funcionários e clientes públicos e privados da fundação. Um segundo solicita apuração da existência de um aditivo no valor de R$ 22 milhões, valor pago então pela Furp sem questionamento judicial, no contrato de Parceria Público-Privada (PPP) da fábrica de medicamentos de Américo Brasiliense.

Além disso, foi solicitado também o levantamento da situação do julgamento das contas anuais da Furp nos exercícios de 2012 a 2018; informações sobre aquisição e fornecimento de medicamentos a pacientes da rede pública de saúde do Estado de São Paulo em cumprimento a decisões judiciais e a cópia do inquérito civil instaurado para apuração de possíveis irregularidades no contrato firmado entre a Furp e a Concessionária Paulista de Medicamentos.

Alex de Madureira (PSD) afirmou ser necessário, antes de iniciar os trabalhos da CPI, visitar as fábricas da Furp. "A fundação é respeitadíssima em São Paulo, no Brasil e no mundo, então nada mais justo a conhecermos in loco, acompanhar o que ela faz, o trabalho realizado e os benefícios trazidos para a população do Estado. Assim, iniciaremos o nosso trabalho com responsabilidade e respeito à fundação".

Para o deputado Edmir Chedid (DEM), que preside a comissão, essa já foi uma reunião de trabalho e muito importante. "Aprovamos cinco requerimentos: dois de autoria da deputada Beth Sahão (PT) e três de minha autoria. Agora, os ofícios serão expedidos ao Tribunal de Contas do Estado, ao Ministério Público e à Furp. Também discutimos a visita de todos os membros da comissão a duas fábricas da Furp, uma em Américo Brasiliense e outra em Guarulhos."

A CPI deverá reunir-se todas as terças-feiras, às 14h30.

Além dos citados, estiveram presentes os parlamentares Carlos Cezar, Mauro Bragato e Thiago Auricchio.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com