Segunda, 22 de Abril de 2019
Manifestação racista de torcedores interrompe jogo
13/04/2019 as 07:50 | Mundo | Da Redaçao
O duelo entre Dijon e Amiens, disputado nesta sexta-feira (12) e válido pela 32ª rodada do Campeonato Francês, foi interrompido na segunda etapa por conta de um episódio de racismo. O zagueiro e capitão do time visitante, Prince Guoano, reclamou que a torcida local imitava macacos quando ele tocava na bola.

Irritado com a manifestação racista, ocorrida aos 32 minutos do segundo tempo, Gouano se dirigiu à torcida adversária para questionar os autores da ofensa. Ele teve que ser contido pelos companheiros de clube e o árbitro Karim Abed interrompeu a partida.

Os times se retiraram de campo e só retomaram após o sistema de som do estádio fazer um alerta ao público para não repetir a conduta racista. O duelo entre Dijon e Amiens manteve os times na parte de baixo da tabela de classificação do Campeonato Francês.

Repercussão

Na saída do estádio, Gouano desabafou ao canal de TV BeIn Sports. “Estamos no século XXI. É inadmissível. Pedi para pararem o jogo. Somos dois iguais, somos seres humanos”, comentou o defensor.

A Liga Francesa também se manifestou e prometeu analisar o caso. “Nesta noite, o Dijon identificou o autor dos insultos racistas, que logo foi detido”, disse a entidade em nota. A organização do campeonato prometeu discutir o incidente na reunião da Comissão de Disciplina, na próxima quarta-feira (17).

O presidente do Dijon, Olivier Delcourt, prometeu tomar providências. “O que houve hoje foi muito grave”, comentou. O dirigente afirmou que a equipe vai apresentar uma denúncia contra o autor das ofensas.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com