Quinta, 25 de Abril de 2019
Embriagado, motorista atinge e mata mulher de 22 anos em rodovia
18/03/2019 as 13:02 | Presidente Prudente | SBT Interior
A auxiliar de enfermagem Helen da Silva, de 22 anos, morreu depois de ser atingida por um caminhão na rodovia Raposo Tavares (SP-270), neste fim de semana, em Presidente Prudente.

A vítima foi atingida por um veículo que seguia na contramão e era conduzido por um homem de 30 anos, que estava embriagado.

Segundo a polícia, o motorista do caminhão, com placas de Ponta Grossa (PR), transitava pela pista leste, na contramão da direção, quando bateu violentamente contra a motocicleta da auxiliar de enfermagem, que seguia no sentido correto da pista.

Após o acidente, a polícia foi chamada, mas o motorista havia fugido. Os policiais, então, começaram a procurar pelo responsável e encontrou o caminhão no Recinto de Exposições de Presidente Prudente, onde havia ocorrido um evento automobilístico.

Questionado, o homem disse que havia bebido cervejas e que não havia percebido que estava na contramão.

Ele apresentava sinais notórios de embriaguez, como voz pastosa, hálito etílico, andar cambaleante e olhos avermelhados, conforme a ocorrência. Ao aceitar fazer o teste do bafômetro, o aparelho constatou 0,85 mg/l de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, resultado acima do limite legal.

De acordo com o BO, o homem não possuía habilitação para conduzir o tipo de veículo envolvido no acidente.

Além dele, também estavam no veículo dois homens de 19 e 21 anos. Uma testemunha disse aos policiais que transitava no mesmo sentido que a motociclista, sendo que na frente do veículo da vítima estava outro carro.

A testemunha disse que viu quando o automóvel que estava na frente da motocicleta desviou repentinamente, e o caminhão, que vinha pela contramão, bateu no veículo da vítima. O motorista do caminhão fugiu do local sem prestar socorro, ainda conforme o relato da testemunha.

A Polícia Civil decretou a prisão em flagrante do motorista, que permaneceu na delegacia até ser apresentado em audiência de custódia na Justiça.

O caso foi registrado como homicídio simples consumado e também tentado, devido aos ferimentos causados no jovem de 21 anos, omissão de socorro, fuga de local de acidente e dirigir sem permissão ou habilitação.

A perícia compareceu ao local do acidente para coletar provas que vão auxiliar na investigação.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com