Quarta, 19 de Junho de 2019
Confronto com a Polícia termina com quatro criminosos mortos
14/03/2019 as 08:19 | São Paulo | Da Redaçao
Uma troca de tiros entre policiais e quadrilha após assalto terminou com quatro criminosos mortos, um preso e um menor apreendido em Poá, na Grande São Paulo. O confronto ocorreu no início da noite desta quarta-feira (13), pouco depois de o bando invadir uma unidade da Lojas Americanas, localizada na Avenida Nove de Julho, no Centro do município.

Armados com dois revólveres, uma pistola e uma metralhadora, os ladrões chegaram ao local em um Fiat Uno branco, renderam funcionários e clientes e anunciaram o assalto.

As vítimas foram levadas para os fundos da loja e mantidas reféns por um dos criminosos, enquanto que os demais recolhiam celulares, dinheiro e outras mercadorias.

A ação foi rápida, durou poucos minutos, e os assaltantes fugiram, quando seguiram para uma residência localizada na Quintino Bocaiúva, no Jardim Santa Luiza, também em Poá.

Policiais militares foram acionados por testemunhas, mas, quando eles chegaram na loja, a quadrilha já tinha fugido. No entanto, o sinal emitido por um dos celulares roubados acabou sendo rastreado e levou os policiais até o esconderijo do bando.

Assim que chegaram, os militares cercaram a residência e, ao entrar no imóvel, teriam sido recebidos a tiros. No revide, quatro dos criminosos acabaram sendo baleados, sendo que três deles morreram no local. O outro ainda foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Municipal de Poá, mas ele também não resistiu aos ferimentos.

Morreram Josué Henrique Viana Ferreira e Jonatan Rodrigues Alves, ambos de 20 anos, Sérgio Alves Koyama, de 38, e Robert Cristian de Paulo, de 26. Outros dois criminosos, um deles procurado pela Justiça e o outro menor de idade, foram detidos ilesos e levados à Delegacia Central de Poá.

Todo o armamento utilizado no assalto foi apreendido com os suspeitos, tendo sido recuperados R$ 4 mil e os aparelhos celulares roubados da loja. Rodrigo da Silva Arcanjo, de 28 anos, foi autuado em flagrante, e o adolescente, de 17, seguirá para uma unidade da Fundação CASA.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com