Sexta, 22 de Março de 2019
Imprensa internacional repercute massacre em Suzano
13/03/2019 as 16:26 | São Paulo | Da Redaçao
Veículos internacionais noticiaram o massacre na escola Raul Brasil, em Suzano (SP), e destacaram que massacres como esse, embora já tenham ocorrido, são raros no país.

A revista norte-americana Time destacou que o Brasil tem a maior taxa de homicídios no mundo, mas que tiroteios nas escolas são raros. Também nos Estados Unidos, o The Washington Post citou o massacre de Realengo, no subúrbio do Rio de Janeiro, em 2011 – quando um adulto (23 anos) efetuou mais de 60 disparos e matou 12 crianças na escola municipal Tasso da Silveira.

A tragédia foi noticiada ainda pela agência de notícias russa Sputnik, que relatou o ocorrido e o número de vítimas e pela CBS News, serviço de televisão e rádio americano.

No periódico espanhol El País, a tragédia está na capa do portal na internet. Na página em português, as informações sobre o massacre estão sendo atualizadas em postagens em tempo real.

O massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), ocorreu na manhã de hoje (13). Dois jovens, ex-alunos da escola, armados e encapuzados invadiram o local e efetuaram disparos contra alunos e funcionários. Até o momento, a polícia contabiliza dez mortos e nove feridos.

Os dois atiradores foram identificados como Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Ambos foram alunos da Raul Brasil. A motivação do crime ainda é desconhecida.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com