Sexta, 22 de Março de 2019
Disputa interna no MEC causa desconforto a Bolsonaro
13/03/2019 as 11:00 | Brasil | Da Redaçao
A disputa interna no Ministério da Educação tem causado desconforto para o presidente Jair Bolsonaro em Brasília.

No início da semana, o ministro Ricardo Vélez Rodríguez substituiu vários auxiliares, depois de críticas de Olavo de Carvalho, que é apontado como o guru do presidente da República, que teria indicado inclusive o ministro ao cargo.

Para desfazer qualquer tipo de mal estar, o presidente garantiu que o ministro da Educação permanece no cargo. Até fez uma brincadeira dizendo que tem seis filhos e muitas vezes há problemas entre eles, imagina então com 22 ministros. Bolsonaro se corrigiu pouco depois, no entanto, lembrando que tem apenas cinco filhos.

As declarações foram dadas enquanto Bolsonaro esperava o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, para um almoço no Ministério das Relações Exteriores. Essa foi a segunda visita de chefe de Estado desde a posse do presidente brasileiro.

Brasil e Paraguai reafirmaram o compromisso de manter o apoio ao povo venezuelano. O presidente paraguaio defendeu a necessidade da democracia e da liberdade na região. O presidente Jair Bolsonaro reafirmou a importância da parceria com o Paraguai, que segundo ele, vai além da parceria em Itaipu.

O presidente brasileiro disse ainda que pretende visitar o Paraguai este ano para retribuir a visita de Benitez.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com