Quinta, 23 de Maio de 2019
Morre aos 83 anos o ex-presidente do Banco Central Fernão Bracher
11/02/2019 as 19:43 | Brasil | Da Redaçao
O banqueiro e ex-presidente do Banco Central Fernão Bracher morreu no início da tarde desta segunda-feira (11), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele havia sido internado há uma semana, após queda em casa, e acabou sofrendo um enfarte.

Aos 83 anos, Bracher estava afastados do trabalho. Ele foi presidente do BBA, vice-presidente do conselho de administração do Banco Itaú e, em 2005, passou as funções às mãos do filho Candidto Botelho Bracher, hoje presidente do Itaú Unibanco.

Nascido em São paulo, Fernão Carlos Botelho Bracher era advogado formado pela Universidade de São Paulo e foi presidente do Banco Central entre agosto de 1985 e fevereiro de 1987, durante o governo do então presidente José Sarney (MDB).

Fundador do BBA, que deu origem ao braço de banco de atacado do Itaú, Bracher já havia passado antes pelo Banco Central: de 1974 a 1979, ocupou a Diretoria de Câmbio. Ele foi um dos responsáveis pela criação do Plano Cruzado.

Depois de se aposentar, em 2005, Bracher passou a se dedicar ao setor de educação, integrando o Comitê Executivo da Associação Parceiros da Educação e atuando como presidente do Instituo Acaia. Ele deixa cinco filhos, 15 netos e três bisnetos.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com