Segunda, 10 de Dezembro de 2018
Jovem tatuado na testa deixa clínica após 16 meses internado
11/10/2018 as 08:45 | São Paulo | Da Redaçao
Lembra do jovem que teve a frase “eu sou ladrão e vacilão” tatuada na testa por dois homens em São Bernardo do Campo, São Paulo?

Pois então, o rapaz, que se chama Ruan Rocha, deixou a clínica onde se tratava contra o vício de crack e álcool nesta quarta-feira (10), após ficar quase 16 meses se tratando no local.

De acordo com o G1, o jovem de 18 anos recebeu alta, mas deve seguir as orientações para controlar a dependência química. Além disso, ele terá de seguir com as sessões de terapia à laser para retirada da tatuagem na testa.

“Ele estava internado de forma voluntária, já tem mais de 18 anos e pode tomar as próprias decisões, ele não estava mais aderindo ao tratamento”, contou a psicóloga Marcela Abrahao da Silveira, coordenadora da clínica Grand House, onde o jovem se tratava.

“Ele pede, não quer mais fazer o tratamento, quer voltar à sociedade. Ele não quer se tratar mais, chega uma hora que o profissional fica impotente, temos limitações como profissionais. Passamos todas as instruções para ele. Esperamos que ele volte a trabalhar e a estudar. Ele tem o direito de escolha de sair”, acrescentou.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com