Quarta, 19 de Junho de 2019
Alckmin não é âncora na minha campanha, diz Doria
25/09/2018 as 19:01 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
O candidato ao governo de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta terça-feira (25) que o presidenciável tucano Geraldo Alckmin não é uma âncora em sua campanha e negou aproximação de Jair Bolsonaro (PSL).

Doria fez ato de campanha no Rio Pequeno, na zona oeste da capital paulista. Ali, conversou com comerciantes e visitou uma creche.

Ele repercutiu pesquisa mais recente do Ibope, que mostra Alckmin engessado com 8% no quarto lugar na corrida presidencial. "Essa é uma campanha de reta final. Teremos grandes transformações nos últimos sete dias. E Geraldo Alckmin está no páreo", disse. "Aqui não é âncora não, ele nos ajuda."

Doria também negou ter pacto secreto com Bolsonaro, que lidera as pesquisas, conforme têm dito alguns aliados de Alckmin, segundo reportagem do jornal O Globo. "Não há pacto nenhum. Nem secreto, nem não secreto. Geraldo Alckmin é nosso candidato".

O tucano voltou a fazer ataques ao governador Márcio França (PSB), que, segundo ele, "quer entrar no Palácio dos Bandeirantes numa eleição que não vai vencer pela porta dos fundos". O tucano afirmou que França era aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e um socialista.

Doria falou de propostas para pequenos empreendedores. "O projeto Empreenda Fácil vai oferecer o microcrédito através do Banco do Povo, de R$15 mil a R$20 mil para os empreendedores. E agilidade para o empreendedor abrir o seu negócio, em quatro dias como é em São Paulo", disse.

Ele também prometeu criar um aplicativo voltado a mulheres vítimas de violência. Por meio do programa, elas poderiam acionar uma espécie de botão do pânico em situação de perigo, acionado a polícia. Com informações da Folhapress.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com