Segunda, 10 de Dezembro de 2018
Morre o homem, mas nasce o mito José Carlos Soares!
16/04/2018 as 11:01 | Fernandópolis | Da Redaçao
Aplaudido pelos amigos e familiares, o corpo do ex-jogador José Carlos Soares foi sepultado na manhã desta segunda-feira, no Cemitério da Consolação em Fernandópolis. Reconhecido pelo brilhantismo no futebol, Soares, homem simples, deixou a família e os amigos precocemente.

Aos completar 55 anos, morre para os homens, mas nasce um Mito que jamais será esquecido pelo mundo esportivo, principalmente para aqueles que acompanharam de perto a carreira de Soares.

Com fortes dores abdominais, ele procurou ajuda médica em uma Unidade de Pronto Atendimento na última quinta-feira, dia 12, foi medico e voltou para casa. No dia seguinte procurou por socorro e só foi internado após ficar inconsciente.

Soares foi diagnosticado com problemas intestinais decorrente de uma diverticulite, mas na manhã de domingo, dia 15, sofreu três paradas cardíacas e acabou não resistindo. A notícia da morte rapidamente se espalhou para toda a região e os grandes centros esportivos.

Amado pela torcida do Criciúma, o clube lamentou a morte do jogador que fez história no clube. Virou ídolo e, além do inédito título da Copa do Brasil em 1991, conquistou os Estaduais de 1989, 1990, 1991 e 1993, sempre marcando muitos gols.

Antes já havia jogado pelo Fernandópolis Futebol Clube, mas foi no Comercial do Mato Grosso do Sul, em 1987, que a veio os títulos, além uma rápida passagem pelo Santos em 1988. Também vestiu as camisas de equipes como Quilmes da Argentina, Londrina-PR, Bahia-BA e Mogi Mirim e encerrou a carreira em 1996 atuando na Turquia.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com