Sábado, 22 de Setembro de 2018
Cuidado Com o Que Fala
12/03/2018 as 07:28 | Fernandópolis | Marcos Orati
MAIS Artigos
Fernandópolis
Fernandópolis
Fernandópolis
Leitura Bíblica: Tiago 3.1-12: “1 Meus irmãos, não sejais muitos de vós mestres, sabendo que receberemos um juízo mais severo.2. Pois todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo.3. Ora, se pomos freios na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, então conseguimos dirigir todo o seu corpo.4. Vede também os navios que, embora tão grandes e levados por impetuosos ventos, com um pequenino leme se voltam para onde quer o impulso do timoneiro.5. Assim também a língua é um pequeno membro, e se gaba de grandes coisas. Vede quão grande bosque uma pequena fagulha incendeia.6. A língua também é um fogo; sim, a língua, qual mundo de iniquidade, colocada entre os nossos membros, contamina todo o corpo, e põe em chamas o curso da natureza, e é posta em chamas pelo inferno.7. Pois toda espécie tanto de feras, como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se doma, e tem sido domada pela humanidade;8. mas a língua, nenhum homem a pode domar. É um mal irrefreável; está cheia de peçonha mortal.9. Com ela bendizemos a Deus, o Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.10. Da mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim.11. Porventura a fonte faz jorrar do mesmo lugar água doce e água amargosa?12. Meus irmãos, pode acaso uma figueira produzir azeitonas, ou uma videira figos? Nem tampouco pode uma fonte jorrar tanto água salgada quanto água doce.”

Todos tropeçamos de muitas maneiras. Se alguém não tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de dominar seu corpo (Tg 3.2).

Quem não quer ser perfeito? Segundo o versículo em destaque, não é preciso cirurgias, roupas caras, academia, cosméticos nem nada parecido. Basta uma coisa: controlar a língua. Parece simples, mas quem é que nunca “deu com a língua nos dentes” e falou o que não devia?

O profeta Isaías, homem que Deus usou para levar um recado ao seu povo, em certa ocasião teve a experiência de ver a Deus. Contudo, sua primeira reação não foi de alegria, mas desespero, pois percebeu que era “um homem de lábios impuros” (Is 6.5). Muitas vezes ansiamos por ter o mesmo privilégio dado a tantos homens e mulheres: dialogar com o Senhor do mesmo modo como fazemos com nossos amigos. Mas esquecemos que é preciso reverência para entrar em sua presença, e não podemos fazê-lo se não tivermos controle sobre o que falamos.

São várias as formas de errar no falar: mentir, reclamar, fazer intriga, desanimar alguém, espalhar fofoca, falar coisas obscenas, xingar. Algumas delas parecem inofensivas, mas observe o significado da palavra “amaldiçoar” (v.9). Amaldiçoar é o mesmo que maldizer, que, por sua vez, significa falar mal. Com a mesma língua cantamos hinos lindos para Deus na hora do culto e depois amaldiçoamos as pessoas – que foram feitas à imagem e semelhança de Deus. “Assim não dá!”, diz Tiago em outras palavras (v.10b).

Um dos conselhos de Paulo a Timóteo (1Tm 4.12) é que seja um exemplo na palavra. A Tito, Paulo recomenda usar linguagem sadia (Tt 2.8). Estes conselhos continuam valendo para nós. Se você tem falhado nessa área, faça a mesma oração do salmista Davi: “Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam agradáveis a ti, Senhor” (Sl 19.14a).

Sua boca é como uma fonte. Que tipo de água está saindo ?

Reflita: Tiago 1:”19. Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar.”

Deus abençoe
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com