Terça, 11 de Dezembro de 2018
Renata Banhara diz que filmou agressão do marido e desabafa
23/02/2018 as 00:00 | Brasil | Da Redaçao
Renata Banhara deu detalhes sobre a denúncia de agressão que fez contra o marido em entrevista exclusiva ao programa A Tarde é Sua nesta quinta-feira (22).

Ao vivo e por telefone, a modelo relatou que o marido, de quem ela não revela a identidade, praticou violência física e psicológica após ela confrontá-lo sobre uma traição. De acordo com Banhara, a briga ocorreu em sua própria casa e há vídeos das agressões em posse da polícia para investigação.

Em tratamento contra uma bactéria no cérebro, Renata disse que descobriu que o companheiro, com está casada no civil há seis anos, tinha uma amante e a levava em casa enquanto ela estava internada. Dias após a descoberta, a modelo o confrontou e foi surpreendida como uma atitude violenta. “Me deu murro, chute, soco. Desceu a escada dando tranco em mim”, contou Renata sobre a agressão.

Segundo o depoimentos da artista, seu filho mais velho estava em casa e tentou ajudar a mãe. O agressor a teria trancado para fora da sacada e, então, iniciou também a vioência psicológica, incentivando-a a se suicidar.

“Ele me trancou no quarto, foi tudo muito rápido. Eu estava muito medicada. Ele abriu a janela e disse: ‘Agora pula. Seus filhos não te amam, eu não te amo, acabou a sua vida’”, afirmou. Ela foi solta do local quando o filho encontrou uma chave reserva da porta.

Banhara já havia relatado, meses antes, que pensava em tirar a própria vida por conta das graves complicações da doença que enfrenta há um ano. “Ele sabia que o suicídio era uma passagem do hospital. Ia ser um suicídio porque eu estava dopada, mas ninguém ia saber que não seria um suicido (…) Hoje você podia estar anunciando uma suícida”, destacou a modelo para a apresentadora Sonia Abrão.

AGRESSÃO COM GOLPES ESTRATÉGICOS

Ainda na casa, o companheiro de Renata teria iniciado uma sequência de golpes violentos e estratégicos para não deixar ferimentos evidentes. Ela ainda afirmou que está com um dos pés muito machucados e sem conseguir caminhar por conta do episódio. “Ele procurou bater em mim em lugares que não ficasse com marca. Ele dava golpe de karatê, judô, que me pegava nas laterais. Ele me pegou dos pescoço até os pés”, disse a vítima.

Com a ajuda do filho, Renata conseguiu pegar seu aparelho celular e gravou quatro vídeos da violência sofrida. “Nós [mulheres] somos chamadas de mentirosa, mas graças a Deus eu tive um anjo da guarda que me fez usar o celular e eu consegui gravar”, acrescentou.

“Filmei grande parte da agressão e mandei para a Delegacia, inclusive quando ele quebra o celular na minha cabeça”, contou.

A notícia da agressão sofrida por Renata foi dada na quarta-feira (21) pelo jornalista Felipeh Campos, do A Tarde é Sua. Renata denunciou o marido à polícia e está sob medida protetiva da Lei Maria da Penha.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com