Sábado, 18 de Novembro de 2017
Homem mata vizinho depois de briga em grupo do WhatsApp
08/09/2017 as 18:04 | Brasil | Da Redaçao
Uma briga de condomínio acabou em morte no Distrito Federal, e por um motivo idiota, como quase sempre em casos como este.

E, claro, uma arma de fogo no caldeirão. Um homem identificado como José Costa, um policial reformado, teria se irritado com o que achou que fosse um cuspe no peitoril de sua janela.

Costa tirou uma foto da mancha, mandou pelo grupo de WhatsApp que reúne os moradores do condomínio e passou a acusar o vizinho de cima. Adilson Silva, o vizinho de cima, respondeu com impropérios e negou a acusação.

Em dado momento, Silva escreveu para Costa: “Meu irmão, você tá a afim de resolver sua p****, você venha pra cá e fale, tá bom? Não venha pra cá botar p**** de grupo. Você não sabe o que tá falando, não. […] Cheira essa desgraça aí e veja se é uma pasta de dente, rapaz! […] Suba aqui pra gente conversar.”

A discussão no grupo parou nesse momento. E foi para a vida real. Costa subiu e bateu à porta de Silva. Os dois discutiram e teriam entrado em luta corporal. Foi quando Costa teria sacado uma arma e atirado em Silva, que morreu na hora.

A síndica afirma que as câmeras de segurança mostram José Costa descendo até a garagem e fugindo de carro, informa o Massa News. A Polícia Civil está investigando o caso.
MAIS LIDAS
ULTIMAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com